Corpos e Sexualidades: uma questão de género na publicidade

No passado Sábado, dia 20 de Outubro 2012, realizou-se o 3º Curso Livre no âmbito do projecto big~Ei intitulado “Corpos e Sexualidades: uma Questão de Género na Publicidade”.

Este curso organizado em torno de dois principais eixos (painés) apresentaram duas análises distintas sobre o tema: uma sobre a prática profissional na construção de anúncios publicitários e outra sobre a dimensão académica das representações de género na publicidade. Desta forma, procurou-se perceber qual o processo utilizado na construção de anúncios face às exigências das empresas clientes que pretendem vender um determinado produto e as reflexões académicas relativamente às mensagens que estes anúncios transmitem às/aos consumidoras/es.

Neste sentido, eram sensivelmente 10h30 quando se deu início ao primeiro painel do curso livre intitulado “Dimensão da prática profissional na construção de anúncios publicitários”. Este primeiro painel contou com as intervenções da Susana Costa (Marketeer) – formada em Gestão de Empresas no ISEG pela Universidade Técnica de Lisboa e Business Management pela Sheffield Hallam University, Carmen Branco (Project Director) – licenciada em Publicidade pelo IADE com 20 anos de experiência em comunicação, gestão e construção de marcas e, Soraya Barreto (Publicitária) – doutoranda na FCSH/UNL e investigadora no Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens. As oradoras contextualizaram o processo de marketing e de decisão tendo por base as suas experiências profissionais no contexto territorial português e brasileiro. Apresentaram-se alguns anúncios sexistas e outros exemplos positivos de anúncios que quebram os estereótipos associados ao género.

Para ouvir a intervenção na íntegra clique aqui

Após o debate com as profissionais de marketing, Joana Sales (técnica no projecto big~Ei) deu início ao segundo painel intitulado “Dimensão académica das representações de género na publicidade” e que contou com as intervenções das académicas Silvana Mota-Ribeiro (docente e investigadora do Centro de Estudos de Ciências da Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho), Sara Magalhães (activista feminista, doutorada em Psicologia da Educação pela Universidade do Minho) e Soraya Barreto. Neste segundo painel, Silvana Mota-Ribeiro debruçou-se sobre a semiótica, isto é, sobre a questão do significado das imagens e das/os protagonistas nos anúncios publicitários. Segundo a investigadora, a questão do género na publicidade não deve ser directamente mensurável relativamente à representação dos sexos, mas antes analisada segundo o significado de cada imagem utilizada. A investigadora Sara Magalhães abordou a questão do corpo e da sexualidade nas revistas para raparigas adolescentes centrando o seu discurso nos conteúdos que estas transmitem ao seu público-alvo. Por último, Soraya Barreto procurou abordar a questão do corpo em constante mutação e como a publicidade utiliza o corpo como estratégia de consumo no lançamento de um determinado produto despertando sensações e propagando diferentes discurso.

Para ouvir a intervenção na íntegra clique aqui

Após o debate entre a audiência e as conferencistas, seguiu-se a conferência de encerramento com a Carla Cerqueira (doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho e co-coordenadora do Observatório das Representações de Género nos Media da UMAR).

Por volta das 14h30, Cristina Pires deu por encerrado o Curso Livre que contou com um debate enriquecedor revelando a necessidade de continuar a debater e reflectir-se sobre as questões do género, nomeadamente, na desconstrução de estereótipos e denúncia de anúncios sexistas e discriminatórios na actualidade.

No entanto, para quem esteve presente e ainda para quem não teve a possibilidade de poder assistir ao Curso Livre “Corpos e Sexualidades: Uma Questão de Género na Publicidade” deixamos para consulta os seguintes documentos: cartaz, programa, notas biográficas, referências bibliográficas e slides utlizados pelas oradoras.

# Cartaz
# Programa
# Notas biográficas
# Referência Bibliográficas
# Susana Costa
# Carmen Branco
# Soraya Barreto
# Sara Magalhães