facebook1

SECI NAMORADOS POSTFB f03 1

 

instagram1 post

Newsletter

Notícias e Comunicados

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

No sábado dia 12 de dezembro pelas 20h no restaurante Solar dos Bicos (ao lado da Casa dos Bicos) em Lisboa, vai realizar-se um jantar de abertura da comemoração dos 40 anos da UMAR.O preço por pessoa é de 15 euros (preço ...

nao assedio
7 DE MARÇO - DIA DE LUTO NACIONAL PELAS MULHERES ASSASSINADAS

TODAS/OS À RUA NO DIA 8 DE MARÇO

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta apela às mulheres e a todas as pessoas para que no dia 7 de março, dia de luto nacional pelas mulheres assassinadas, vistam uma peça de roupa preta. Trata-se de um ato simbólico de sensibilização da sociedade portuguesa para o flagelo da violência contra as mulheres, que tem de ser seguido de uma grande maré feminista que encha as ruas no dia 8 de março.

Consideramos que o 7 de março também deve servir para lembrar e defender as mulheres que ainda estão vivas, que continuam a sofrer situações de violência nas relações de intimidade e que necessitam que o sistema funcione quer em termos de não arquivamento das suas denúncias quer de medidas de proteção e de condenação efetiva dos agressores.

Ler mais »»
 
Relatório Anual Final do OMA/Observatório de Mulheres Assassinadas - 2018
A União de Mulheres Alternativa e Resposta - UMAR, dando continuidade ao trabalho que desenvolve no âmbito do Observatório de Mulheres Assassinadas - OMA apresenta o relatório final dos dados sobre o Femicídio Consumado e Tentado ocorrido em Portuga no período: 01 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2018.

pdfRelatório Final OMA 2018 »»
 
QUI, 21 Fev, 18h // Lançamento do livro "Seminário Múltiplas Discriminações”
Apresentação Livro Múltiplas Discriminações 21022019-1Na próxima 5.ª feira, 21 de Fevereiro pelas 18h00 a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta lançará em Lisboa, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), a publicação "Seminário Múltiplas Discriminações".

Este livro reúne textos escritos por activistas, representantes associativas e investigadoras/es na área das múltiplas discriminações e interseccionalidades, recolhidos no decurso do projecto da UMAR "Memória e Feminismos: Múltiplas Discriminações" desenvolvido em 2018.

A apresentação estará a cargo da Presidente da CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Teresa Fragoso, entidade financiadora deste projecto.
 
Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 da UMAR
O Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 foi uma iniciativa da UMAR no âmbito do Art'Themis+, projeto da UMAR de prevenção primária de violência de género no contexto escolar, apoiado pela Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Professora Doutora Rosa Monteiro. Foi lançado publicamente na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, no dia 14 de Fevereiro, Dia das/os Namoradas/os.

pdfEstudo Nacional - Violẽncia no Namoro 2019 da UMAR
 
Tomada de Posição de ONG’s face às declarações da Associação Sindical de Juízes sobre a baixa taxa de condenações nos casos de violência contra as mulheres referidas no relatório do GREVIO
Em Março de 2018, o comité de peritos do Conselho da Europa GREVIO visitou Portugal onde reuniu com governantes e ONG e efetuou visitas no terreno tendo sido publicado no dia 21 de Janeiro de 2019 o relatório de avaliação de Portugal sobre a aplicação da Convenção de Istambul (Convenção do Conselho da Europa para a Prevenção e o Combate à Violência contra as Mulheres e a Violência Doméstica).

Entre diversas outras situações, o relatório do GREVIO destaca com preocupação o extremamente baixo número de condenações por violência doméstica em Portugal face ao número de denúncias (7%).

As entidades abaixo subscritas vêm expressar a sua indignação face às declarações da Associação Sindical de Juízes, que apontou como motivos para a baixa taxa de condenações nos casos de violência contra as mulheres a dificuldade de prova e as falsas denúncias.
Ler mais »»
 
SÁB, 26 JAN às 15h00 // Mulheres excisadas em França: a reconstrução da genitália
mgf 26 JAN final 1

Esta sessão "Mulheres excisadas em França: a reconstrução da genitália" no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) vem na esteira de um longo percurso de intervenção da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta nesta área específica e contará com a participação da activista francesa contra a mutilação genital feminina, Adia Sakira, que abordará a situação das mulheres submetidas a esta prática no contexto dos processos de reconstrução da genitália neste país.

Envolvida há mais de 10 anos em projectos de serviço social, animação e educação popular em França, Adia Sakira, acompanha jovens na construção de seu projecto profissional.

Também é activista sobre as questões da igualdade de género e no combate e prevenção da mutilação genital feminina. Faz parte da Associação «Excision, Parlons-en!» (Paris – França) http://www.excisionparlonsen.org/

A oradora falará em francês e haverá tradução em português. Entrada livre.
 
SÁB, 19 JAN, 17h30 no CCIF/UMAR // Lançamento de livro em homenagem à Prof.ª Lígia Amâncio
Lígia Amâncio

No sábado 19 de Janeiro às 17h30 no Centro de Cultura e intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa, será lançado o livro "Lígia Amâncio: o género como ação sobre o mundo" em homenagem à Prof.ª Lígia Amâncio.

Esta publicação é organizada por João Manuel de Oliveira e Conceição Nogueira, contando com capítulos de Jorge Correia Jesuíno, Teresa Joaquim, Maria do Céu da Cunha Rego, Maria do Mar Pereira, Manuela Tavares, Rosa Cabecinhas, Jorge Vala, António Manuel Marques, Abílio Oliveira, Maria Helena Santos, Fátima Rodrigues e Emília Fernandes. Edição do CIS-IUL.

Lígia Amâncio, aposentada desde 2018, foi Professora Catedrática do ISCTE, no Departamento de Psicologia Social e das Organizações.
Ler mais »»
 
Candidaturas até 17 de Janeiro para Escola de Primavera em Mühlhausen (06-13 Março)
Staring At Goats Call blog cover 2

A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta, entidade parceira do projecto europeu "Staring at Goats. Propaganda, Scapegoating and the Other 1918-2018", coordenado pela CGE - Culture Goes Europe, procura jovens dos 18 aos 35 anos residentes na UE28 com sólidos conhecimentos/formação em história contemporânea, "remembrance", propaganda, media, educação histórica e/ou artes visuais (digitais) para participação na Escola de Primavera em Mühlhausen (Turíngia), Alemanha, de 06 a 13 de Março de 2019.

Detalhes e formulário de inscrição, em: https://bit.ly/2Hp2pU7

Em caso de dúvida e/ou sugestão, o e-mail do projecto é Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Instituições parceiras neste projecto:
- CGE - Culture Goes Europe - Soziokulturelle Initiative Erfurt e.V.
- Documenta Zagreb
- Eesti Mälu Instituut / Estonian Institute of Historical Memory
- UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta
- United Societies of Balkans

Este é um projecto da Europe for Citizens - European Remembrance.
 
Construindo um 2019 feminista!
Postal da UMAR para 2019
 
A UMAR em Zagreb no lançamento do novo projecto “Strengthening the role of youth work in contesting dynamics of shrinking cities"
shrinking cities 2

Com uma reunião inicial de 25 a 28 de Novembro de 2018, o projecto europeu "Strengthening the role of youth work in contesting dynamics of shrinking cities" (em português, "Fortalecendo o papel do trabalho juvenil na contestação da dinâmica de encolhimento das cidades") foi iniciado com sucesso na Casa dos Direitos Humanos em Zagreb.

Organizações parceiras de quatro países europeus reuniram-se para discutir os desafios ligados ao fenómeno de "encolhimento de cidades" em toda a União Europeia e como lidar com isso através do trabalho com jovens. O projecto visa contribuir para a construção de novas estratégias de inclusão e comprometimento social cívico para as/os jovens que residem nas "cidades encolhidas" da Europa.

O projecto é coordenado pela "Documenta – Centre for Dealing with the Past", uma ONG de Zagreb.
Ler mais »»
 
OMA – Observatório de Mulheres Assassinadas - UMAR - Relatório preliminar (01 de janeiro a 20 de novembro de 2018)
Do trabalho desenvolvido pelo Observatório de Mulheres Assassinadas no corrente ano, conclui-se que até 20 de novembro, vinte e quatro (24) mulheres foram assassinadas em Portugal, em contextos de intimidade ou relações familiares próximas. Outras dezasseis (16) viram a sua vida ser atentada.

Sem dados oficiais que nos permitam uma leitura sobre esta realidade, na mesma temporaneidade, os números advindos da realidade narrada pelos/as jornalistas, sem o qual o trabalho do OMA não seria possível (e por isso, pois, o nosso obrigada!), permite-nos concluir que, em 2018, aumentou o número de femicídios registados (mais seis), se comparado com período homólogo de 2017. O valor ultrapassa mesmo o número total dos femicídios registados pelo OMA em todo o ano civil transato que foi de: vinte (20) femicídios.

grafico oma2018

pdfRelatório preliminar 2018 »»
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 3 de 21