facebook1

Newsletter

Notícias e Comunicados

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

No sábado dia 12 de dezembro pelas 20h no restaurante Solar dos Bicos (ao lado da Casa dos Bicos) em Lisboa, vai realizar-se um jantar de abertura da comemoração dos 40 anos da UMAR.O preço por pessoa é de 15 euros (preço ...

nao assedio
A 31 de Março, a UMAR Viseu promove workshop sobre Territorialização da Igualdade de Género
Viseu 31032017 1

Vai-se realizar no próximo dia 31 de Março nas termas de São Pedro do Sul, concelho de Viseu, o workshop promovido pela UMAR Viseu através do seu projecto CAMI - Capacitar para Melhor Intervir: "Estratégias de intervenção em contextos regionais: a territorialização da Igualdade de Género". Este workshop contará com a participação na sessão de encerramento da Sra. Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Dr.ª Catarina Marcelino.
 
Sábado, 1 de Abril às 10h00 // Sessão da UMAR sobre Direitos Sexuais e Reprodutivos em Coimbra e Viseu
Coimbra 1 de abril 1No Sábado, 1 de Abril pelas 10h00, decorrerá em Coimbra, na Casa da Lusofonia (Rua do Arco da Traição, junto à Universidade) e simultaneamente em Viseu na Promover, (Rua Cândido dos Reis, Nº. 1) o 3.º Módulo DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS, das sessões de capacitação do Projecto CAMI - Capacitar para Melhor Intervir Localmente da UMAR Coimbra e da UMAR Viseu.

Esta sessão contará como o apoio da APEB e será dinamizada pela Manuela Tavares (co-fundadora e membro da Direcção da UMAR, doutorada em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade Aberta e investigadora no CEMRI da UAb e no CIEG do ISCSP-UL).

Inscrições gratuitas através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .
 
A UMAR inicia Formação Acreditada a Docentes sobre Prevenção da Violência de Género na Escola
formacao docentes 2017 1

A partir do dia 31 de Março de 2017 até o dia 27 de Maio de 2017 será realizada na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, a formação de docentes do projeto Art'Themis+ da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta sobre o tema "Prevenção da Violência de Género na Escola".

Esta formação é creditada e tem a duração de 50 horas.

As inscrições deverão ser realizadas até dia 27 de Março, neste link: http://bit.ly/2ohfvoM
 
I Encontro de Mulheres na Lusofonia, 18-19 de Março, Vilar de Santos, Galiza
encontro mulheres lusofonia 1A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta é uma das entidades parceiras do I Encontro de Mulheres na Lusofonia a decorrer no próximo fim de semana de 18 e 19 de Março na Galiza, em Vilar de Santos (próximo de Montalegre) no Museu da Límia.
Este evento é uma iniciativa da Academia Galega da Língua Portuguesa (AGLP) e da Associação Cultural Pró-Academia Galega da Língua Portuguesa (Pró-AGLP).

O encontro convida mulheres que no activismo associativo, cívico, académico ou criativo, têm desenvolvido actividades nos âmbitos territoriais da lusofonia, promovendo valores e boas-práticas democráticas, pós-coloniais, feministas, anti-racistas e/ou ambientalistas.

A UMAR apresentará 2 comunicações, uma delas sobre o seu projecto Memória e Feminismos, financiado pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, que desde 2013 recolhe histórias de vida de várias mulheres pelo país, e que já vai na sua 5.ª edição!
Ler mais »»
 
Conferência com Dilma Rousseff "Neoliberalismo, Desigualdade, Democracia sob Ataque"
Dilma Roussef 1A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta é uma das entidades aderentes da Conferência com Dilma Rousseff "Neoliberalismo, Desigualdade, Democracia sob Ataque" a ter lugar esta 4.ª feira às 18h30 no Teatro da Trindade em Lisboa, promovida pelo Teatro da Trindade, Fundação José Saramago, Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e Casa do Brasil de Lisboa.

Um momento único para ouvir uma das vozes mais importantes da América Latina. Em 2016 a presidente Dilma Roussef, sofreu um duríssimo golpe político através de um processo de impeachment, liderado por um movimento profundamente sexista, classista e conservador, que conta no seu seio, alguns líderes simpatizantes com a ditadura militar brasileira (1964-1985).

Entrada livre, sujeita à lotação da sala. Não há reservas de lugares - Limitado a 2 bilhetes por pessoa.

Os bilhetes podem ser levantados na bilheteira do Teatro da Trindade a partir de 14 de Março, das 14h às 20h, e no dia 15, a partir das 14h.
Além de aproximadamente 430 lugares colocados à disposição na sala, haverá no foyer uma tela gigante para quem não conseguir obter convite para a sala.
 
Sábado, 11 de Março em Lisboa: UMAR adere à Manifestação Feminista (15h) e Festa (22h) da Rede 8 de Março
17039017 757863067697883 545061995172617636 o

No âmbito do Dia Internacional das Mulheres 2017, no próximo Sábado, dia 11 de Março a UMAR estará na rua, integrada na Manifestação Feminista "Constroem Muros, Aprendemos a Voar" promovida pela Rede 8 de Março.

A concentração para a manifestação feminista será às 15h no Largo Camões (Chiado) e seguirá até ao Largo do Intendente. Para Juntar Forças, celebrar a Diversidade e tomar o Futuro nas nossas mãos.

Evento da manifestação feminista aqui: https://www.facebook.com/events/1244160955705331/

Festa Transfeminista

Às 22 horas no Clube Desportivo do Intendente haverá a Festa Transfeminista "Existo, logo resisto", promovida pela Rede 8 de Março.

Evento: https://www.facebook.com/events/261215537655014/
Programa da festa:
- MC Alice Transtornada
- 22:00 Spoken Word: Raquel Lima
- 22:30 Concerto: Vitória
- 23:00 DJ Sets: Catherine De Novo e Lobotomy/Pussybilly, Odete
- Glitter Box: Natacha Cutler (Cabelos) Margarida Patrício (Maquilhagem)
- Lançamento da Cuntroll Zine #10
 
UMAR apoia One Billion Rising Lisboa | Estação CP do Rossio, 8 de Março, 19h00
Poster OBR Lisboa 26Feb2017 1Pelo Fim da violência contra as mulheres!! Mil milhões de mulheres de todo o mundo e aqueles que as amam vão levantar-se, sair, dançar e exigir um fim para esta violência. É a proposta para o próximo dia 8 de Março, na Estação Ferroviária do Rossio às 19h00, onde actuarão as/os seguintes artistas: Kika Cardoso; Darko e Artistas The Voice Portugal (Francisco Murta, Trio Edna, Sérgio Alves, Márcio Vicente, Vera Lima, Jaime e Nuno Batista, Inês Hudson, Ana Vasconcelos, Luís Cruz, Raquel Monteiro e trio LIAC).

Uma co-organização: Changing Wave e da Câmara Municipal de Lisboa, com o apoio da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta e outras organizações como: Amnistia Internacional, Associação de Apoio à Vítima (APAV), Associação Portuguesa de Mulheres Juristas (APMJ), Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), ILGA Portugal, OIKOS, Rede Ex-Aequo, Por Todas Nós, Welcome People & Arts, Com Calma, Sapana, Corações com Coroa, P&D Factor, Capazes, Chapitô.
 
Participação da UMAR na sessão "(Des)Igualdades e Violências" na AJA - Lisboa
17039093 989153887881490 5734510824463514757 o

(Des)Igualdades e Violências é o título do debate para o Dia Internacional da Mulher, a decorrer na AJA - Associação José Afonso em Lisboa, com a participação de: Ilda Afonso, Diretora Ténica do Centro de Acolhimento a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica (P'RA TI) da UMAR no Porto; e de Ana Cristina Silva, Professora no ISPA e Escritora, autora do livro "Mulher Transparente", que versa sobre o tema da violência doméstica. Apoio da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género.

"A celebração do Dia Internacional das Mulheres tem a sua origem nas lutas das mulheres, nos finais do séc. XIX e início do séc. XX, por melhores condições de trabalho. Esquecido por largos anos, foi recuperado pelos movimentos feministas dos anos 60, vindo a ser adoptado pela ONU em 1977.
Embora a data tenha vindo a adquirir contornos de excessivo marketing comercial, como acontece com outras festividades ao longo do ano, continua a fazer sentido comemorar o Dia Internacional da Mulher. Por um lado, para celebrar as conquistas alcançadas no árduo caminho percorrido pela plena igualdade de direitos; por outro lado, como afirmação de luta contra as desigualdades ainda existentes, contra todo o tipo de violência e discriminação a que as mulheres são sujeitas, seja no espaço privado, seja no espaço público."
 
WOMEN TALKS: Sessão 2017 - Feminismos na Encruzilhada?
Cartaz Feminismos na encruzilhada

Convite da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta para sessão no Evento Women Talks - promovido pela SECI, CIG, Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, Capazes e UMAR no dia 8 de Março (10h00-18h00) na Reitoria da Universidade de Lisboa, no âmbito da Comemoração dos 40 Anos da CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

A sessão promovida pela UMAR "2017 - FEMINISMOS NA ENCRUZILHADA?" iniciar-se-á às 15h30 e contará com as intervenções de Analia Torres, Irene Pimentel e Miguel Vale de Almeida. Moderação por Maria José Magalhães.
 
WOMEN TALKS: Sessão Feminismos e Intergeracionalidades
Cartaz Feminismos e Intergeracionalidades

Convite da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta para sessão "Feminismos e Intergeracionalidades" no dia 8 de Março às 12h00 na Reitoria da Universidade de Lisboa, no âmbito do evento Women Talks, promovido pela SECI, CIG, Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, Capazes e UMAR na Comemoração dos 40 Anos da CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Na sessão estarão representantes do Graal Portugal, da UMAR e da APF - Associação para o Planeamento da Família. Moderação de Eduarda Ferreira.
 
COMUNICADO DA UMAR

8 de Março - Dia Internacional das Mulheres

Alcançando Direitos, Construindo Resistências


logotipo umar transHá 160 anos as mulheres lutaram por menos horas de trabalho e por salários dignos.

Apesar dos avanços no estatuto das mulheres, hoje continuamos a exigir que terminem as discriminações no trabalho.

Em diversos países, há meio século, as feministas levantaram o slogan: "O pessoal é político" e exigiram a condenação da violência contra as mulheres nas relações de intimidade e a despenalização do aborto.

Em Portugal, o 25 de abril de 1974 trouxe direitos inegáveis, mas a violência sobre as mulheres, os direitos sexuais e reprodutivos e as sexualidades na sua diversidade de orientações e identidades tardaram a entrar na agenda política.

Por isso, só este ano, podemos comemorar os 10 anos da vitória no referendo sobre o aborto que permitiu a interrupção de uma gravidez não desejada, por opção da mulher, através do Serviço Nacional de Saúde.

Apesar dos avanços nas medidas de apoio às mulheres vítimas de violência continuamos a olhar para a gravidade deste flagelo, quando nos deparamos com 454 mulheres assassinadas por maridos, companheiros, ex-companheiros ou namorados, nos últimos treze anos (dados da UMAR, do Observatório das Mulheres Assassinadas).
Ler mais »»
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 3 de 11