UMAR apoia e estará na Jornada de Luta Nacional convocada pela CGTP para 16 de Fevereiro

Manif CGTP 16 de fevEncontro (Lisboa) : 14h30, Quiosque do Principe Real, do lado da rua da escola politécnica

RESOLUÇÃO

Prosseguir e intensificar a luta | Jornada de Luta Nacional

16 de Fevereiro 2013

Mudar de política e de governo!

A cada dia que passa, cada hora, cada minuto, são evidentes as nefastas consequências para os trabalhadores e trabalhadoras, para o povo e para o país, do Memorando do Entendimento/Programa de Ajuda Financeira assinado entre a TROIKA Nacional (PS, PSD e CDS) a TROIKA Internacional (UE, BCE e FMI) e a sua aplicação em versão cega e agravada pelo Governo do PSD e do CDS-PP.

O recentemente aprovado (e esperemos que futuramente chumbado) Orçamento do Estado, a chamada "refundação do Estado" e o envolvimento e aceitação por parte do Governo português do último e gravoso Relatório do FMI são os mais recentes instrumentos de uma política de opções profundamente neoliberais, que ameaça aspectos essenciais da nossa democracia e soberania.

Estamos perante um cenário dramático para os trabalhadores e trabalhadoras e a larga maioria do nosso povo que não é aceitável, que não é suportável!

É preciso acabar com este Governo e esta política antes que esta política e este Governo acabem com o país. Neste sentido:

Conscientes de que o protesto, a resistência e combate para derrotar estas medidas, esta política e este Governo constituem uma exigência que se coloca a todos os que acreditam e lutam por um rumo e um futuro diferente para o nosso país, as organizações subscritoras, identificadas com os objectivos da Jornada de Luta convocada pela CGTP-IN mobilizarão e estarão na rua no dia 16 de Fevereirode 2013, apelando a todas e todos os que vivem e trabalham no distrito de Lisboa para que não faltem e se concentrem às 14h30 no Príncipe Real, contribuindo para que esta seja uma grandiosa jornada de luta nas ruas de Lisboa.

Casa do Alentejo, 22 de Janeiro de 2013

As Organizações: Água Pública; AIL; APD; Associação dos Bolseiros; Associação dos Deficientes das Forças Armadas; Associação dos Sinistrados do Trabalho; Casa do Alentejo; CIL; CNOD; Confederação das Colectividades de Cultura e Recreio; Confederação dos Quadros Técnicos; CPPC; CPPME; FARPIL; MDM; MTD; MUSP; Precários Inflexíveis; UMAR; URAP e Voz do Operário.