Anna Costanza Baldry 1970-2019
bounds umar 1

Ativista feminista incansável, investigadora singular, cidadã europeia e uma grande mulher: perdemos um ser humano notável e uma grande colega. Anna Costanza Baldry faleceu no dia 9 de março de 2019 em Roma (Itália). Nasceu em Londres e, como se definiu num programa de TV em 2017, muito cedo na sua infância, era uma criança inconformada e remava contra a maré. O seu interesse pela psicologia e criminologia desenvolveu-se muito cedo na sua vida académica, quando, em 1993, participou de uma estadia em Londres, no âmbito do Programa Erasmus. Tendo concluído, em 1996, o grau em criminologia na Universidade de Cambridge, e, em 1999, o Doutoramento em psicologia social da Universidade de Roma-La Sapienza, Anna Costanza Baldry teve uma carreira académica de sucesso. Foi docente de psicologia social na Università Luigi Vanvitelli e professora na Universidade Lumsa. Em 2003, obteve uma bolsa de investigação Marie-Curie na Universidade Livre de Amesterdão com um projeto destinado a estudar métodos de prevenção da violência contra as mulheres.

Durante sua carreira académica, Anna Baldry conquistou inúmeros financiamentos, prémios e bolsas de estudo, tendo sido autora de importantes publicações sobre violência de género e respostas das forças de segurança. Tendo em consideração o seu contributo e investigações na área da violência contra as mulheres, em 2015, o Presidente de Itália concedeu-lhe o título de Oficial da Ordem de Mérito da República Italiana, descrevendo-a como uma das "heroínas da vida quotidiana" daquele ano. De 2013 a 2017 esteve ativamente envolvida na Cost Action "Femicide Across Europe", e, desde então, membro do Conselho Consultivo do Observatório Europeu do Femicídio, uma iniciativa de investigação e consultoria sediada na Universidade de Malta. Neste projeto de futuro, Anna estava no grupo temático da prevenção do femicídio, cujo trabalho continuará lembrando o seu contributo para esta luta.

Anna amava a vida. Adorava nadar, correr e andar a cavalo. Encorajava-nos a nunca esquecer que a vida acontece lá fora, para além das salas de aula e reuniões. Perdemos-te hoje, Anna, mas não esqueceremos o teu legado. Até sempre!

Consuelo Corradi
Maria José Magalhães
Cátia Pontedeira
Carolina Magalhães Dias