OMA – Observatório de Mulheres Assassinadas - UMAR - Relatório preliminar (01 de janeiro a 20 de novembro de 2018)
Do trabalho desenvolvido pelo Observatório de Mulheres Assassinadas no corrente ano, conclui-se que até 20 de novembro, vinte e quatro (24) mulheres foram assassinadas em Portugal, em contextos de intimidade ou relações familiares próximas. Outras dezasseis (16) viram a sua vida ser atentada.

Sem dados oficiais que nos permitam uma leitura sobre esta realidade, na mesma temporaneidade, os números advindos da realidade narrada pelos/as jornalistas, sem o qual o trabalho do OMA não seria possível (e por isso, pois, o nosso obrigada!), permite-nos concluir que, em 2018, aumentou o número de femicídios registados (mais seis), se comparado com período homólogo de 2017. O valor ultrapassa mesmo o número total dos femicídios registados pelo OMA em todo o ano civil transato que foi de: vinte (20) femicídios.

grafico oma2018

pdfRelatório preliminar 2018 »»