OMA – Observatório de Mulheres Assassinadas da UMAR

Relatório preliminar (01 de Janeiro a 20 de Novembro de 2017)


A União de Mulheres Alternativa e Resposta – UMAR, dando continuidade ao trabalho que desenvolve no âmbito do Observatório de Mulheres Assassinadas – OMA que tem como fonte a imprensa nacional, apresenta dados sobre femicídio consumado e tentado noticiados, entre 01 de Janeiro a 20 de Novembro de 2017.

Começamos por realçar que até à presente data, o OMA regista a menor número de incidência anual de femicídios em Portugal. Efetivamente ao longo de 14 anos de relatórios do OMA é o primeiro ano que este Observatório registou 18 assassinatos de mulheres em relações de intimidade e familiares próximos.

Se, durante os primeiros 11 anos de relatórios do OMA, assistimos a uma oscilação ao nível da ocorrência de femicídios, verificamos, no entanto, uma diminuição da sua incidência nos últimos três anos, surgindo agora 2017 com um valor nunca antes registado pelo OMA (18 femicídios).

Se bem que este resultado seja ainda insuficiente para que possamos falar de uma tendência, esta diminuição é de congratular.

pdfDescarregar relatório preliminar »»