facebook1

Newsletter

Notícias e Comunicados

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

Estimada associada,Segue, em anexo, a convocatória com a a Ordem de Trabalhos para a próxima Assembleia Geral Extraordinária da UMAR que terá lugar em Lisboa, na nossa sede nacional em Alcântara (CCIF/UMAR), no Domingo ...

No sábado dia 12 de dezembro pelas 20h no restaurante Solar dos Bicos (ao lado da Casa dos Bicos) em Lisboa, vai realizar-se um jantar de abertura da comemoração dos 40 anos da UMAR.O preço por pessoa é de 15 euros (preço ...

nao assedio
MARÉ FEMINISTA NO 25 de ABRIL | LISBOA E PORTO
Vem aí o 25 de Abril e este ano as nossas causas não podem deixar de estar juntas numa Maré Feminista que desfile em conjunto na manifestação do 25 de Abril. Cada associação com a sua identidade própria, com as suas próprias bandeiras e faixas, mas numa onda de contestação contra todas as discriminações que persistem no mundo e no nosso país.
Junt@s com a força dos nossos protestos.

cartaz mare feminista

Em Lisboa, a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta; Por Todas Nós - Movimento Feminista; Associação Plano I; ILGA Portugal; Las Piteadas; Capazes; Assembleia Feminista e Festival Feminista de Lisboa convidam a integrar esta onda.
Ponto de encontro de Lisboa: 25 de Abril, 14 horas, junto ao Hotel Fénix, Marquês de Pombal.

No Porto, a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta e outras organizações convidam à participação na Maré Feminista.
Ponto de Encontro do Porto: 25 de Abril, 14h15, no Largo Soares dos Reis, em frente à Padaria Pão Fofo.

*O nome Maré Feminista é também uma forma de homenagear Marielle Franco que se auto-apresentava como "cria da Maré" nome da favela do Rio de Janeiro que viu crescer esta singular feminista e lutadora pelos direitos humanos.
 
UMAR organiza Ação de Formação TAV - Técnicos/as de Apoio à Vítima, em Beja | Inscrições Abertas até 26 de Abril
Cartaz Divulgacao 1


docFicha de Inscrição TAV BEJA »»

Ler mais »»
 
12 de Abril às 18h30, Shahd Wadi no CCIF/UMAR com a sessão "Corpos na Trouxa. Histórias-artísticas-de-vida de mulheres palestinianas no exílio"
corpos na trouxa. histórias-artísticas-de-vida de mulheres palestinianas no exílio 1


Na próxima 5.ª feira, 12 de Abril às 18h30 teremos no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) a sessão de apresentação do livro da activista palestiniana e investigadora em Estudos Feministas, Shahd Wadi "Corpos na Trouxa. Histórias-artísticas-de-vida de mulheres palestinianas no exílio" por Isabel Allegro de Magalhães, com a presença da autora.

Evento, www.facebook.com/events/422079568252468/ Entrada livre.
Ler mais »»
 
9 de ABRIL Às 19h00, Feminismos Anti-Coloniais no CCIF/UMAR!
feminismo anti-colonial na UMAR 1

Sessão no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) sobre FEMINISMO ANTI-COLONIAL na Semana do Apartheid Israelita 2018 em Portugal, com a activista palestiniana Shahd Wadi e Âurea Mouzinho, co-fundadora e dirigente do colectivo Ondjango Feminista, de Angola.

Este painel visa discutir o feminismo anti-colonial, necessário para combater o machismo e o racismo em nossa sociedade atual. O foco da discussão será a luta proveniente de mulheres com origem palestiniana e angolana, unidas por um feminismo interseccional. Entrada livre.
Ler mais »»
 
A UMAR como entidade co-organizadora convida à participação no II Encontro de Mulheres da Lusofonia a realizar-se nos dias 6, 7 e 8 de Abril em Santiago de Compostela, Galiza
II ENCONTRO MULHERES DA LUSOFONIA atualizado 5 abril 1


Pelo segundo ano consecutivo, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, participa na organização dos Encontros Itinerantes de Mulheres da Lusofonia. Mulheres, Territórios e Memórias. Em 2017, o I Encontro de Mulheres da Lusofonia decorreu em Vilar de Santos, concelho de Ourense (Galiza) e este ano será em Santiago de Compostela, também na Galiza.

As entidades organizadoras do II Encontro de Mulheres da Lusofonia: Mulheres, territórios e memórias são a Academia Galega da Língua Portuguesa, a Associação Pró-AGLP, e a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta. O encontro visa criar uma rede plural feminista de mulheres do espaço lusófono, potenciando um entrecruzamento de diálogos, de experiências e de conhecimento.
Ler mais »»
 
Apoiar a UMAR gratuitamente, com 0.5% do imposto já liquidado
IRS UMAR 2018


0,5% do seu IRS pode reverter para a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta! Para tal, tem apenas de preencher na folha de rosto da declaração de IRS:

Quadro 11 (IPSS ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública) e no Campo 1101 colocar o NIF da UMAR, 501 056 246

Este apoio não tem qualquer custo para si, pois diz respeito ao imposto já liquidado e que ficaria em poder do Estado.

É um apoio gratuito que nos ajuda a tornar a nossa sociedade mais justa e feminista!

Gratas pela solidariedade!
 
Sessão "Múltiplas Discriminações: Mulheres Ciganas" no CCIF/UMAR
Mulheres-Ciganas-24032018 2


Mulheres Ciganas é o tema da terceira sessão do ciclo Múltiplas Discriminações que o Projecto Memória e Feminismos da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta está a organizar ao longo de 2018 no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Alcântara, Lisboa.

Esta tertúlia decorrerá no Sábado, 24 de Março às 15h00 e contará com a participação de três activistas ciganas, de duas das principais associações de mulheres ciganas no país: a AMUCIP e o recente Centro ROMI.

O que significa ser hoje uma mulher cigana em Portugal? Haverá diferenças na percepção do racismo, discriminação e oportunidades entre estas mulheres? Será o tratamento recebido entre elas semelhante? O que falta (ou não) conquistar? Estas e outras questões relativas às identidades e direitos serão certamente abordadas neste espaço.Entrada livre.
 
Não te esqueceremos Marielle Franco! #MariellePresente
 Marielle 2

A UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta está em choque com o assassinato da activista feminista negra e deputada do Rio de Janeiro, Marielle Franco (1979-2018). Estamos atentas ao desenrolar das investigações deste crime. O Brasil e todas nós perdemos uma grande activista pelos direitos humanos das mulheres, contra o racismo e violência policial. Estamos a acompanhar e divulgar continuamente este caso na nossa página de facebook em: www.facebook.com/UMARfeminismos e continuaremos a prestar solidariedade e a lutar por um Brasil mais democrático, justo, feminista e antirracista.

A UMAR apoia todas as demonstrações de memória a Marielle Franco e os nossos núcleos juntar-se-ão às várias vigílias de homenagem a decorrer na próxima 2.ª feira, 19 de Março pelo país. Às 12h00 de 16 de Março, estavam já convocadas quatro vigílias:

- BRAGA: Avenida Central, ao Chafariz | 19 de Março às 18h30 https://www.facebook.com/events/210122119573987/

- VILA REAL: Largo do Pelourinho | 10 de Março às 18h30 https://www.facebook.com/events/753654261504725/

- PORTO: Consulado-Geral do Brasil, Av. de França, nº 20 | 19 de Março às 18h30 https://www.facebook.com/events/1836587499693674/?active_tab=about

- LISBOA: Largo de Camões (Chiado) | 19 de Março às 18h00 https://www.facebook.com/events/194281718002595/

#MariellePresente
 
UMAR e Câmara Municipal de Viseu promovem de 17 e 18 de Março, Conferências + Igualdade
umar viseu março 2018 b

O núcleo da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta de Viseu e a Câmara Municipal de Viseu organizam no próximo Sábado e Domingo as "Conferências + Igualdade" com diversos painéis temáticos: "Igualdade é Desenvolvimento"; "Combater a violência de género, o que faz falta?"; "Mulheres e Poder"; Mulheres e Artes" e com actuações no final de Cantares de Manhouce, Adufeiras de Idanha-a-Nova e o grupo ARS Nova.

No domingo vão-se ver mulheres da aldeia de Rompecilha no ciclo do linho seguido de almoço. De tarde às 15h, Homenagem às Mulheres Assassinadas junto à Ecopista em S. Pedro do Sul. Estão todas/os convidadas/os!
Ler mais »»
 
Historiadora Alice Samara e Leonor Rosas abrem o Ciclo Gerações em Diálogo no CCIF/UMAR
Alice Samara e Leonor
Na 5.ª feira, 15 de Março às 18h00 a historiadora Alice Samara, com obra publicada sobre História das Mulheres na I República e sua filha, Leonor Rosas, estudante universitária, abrirão o novo ciclo mensal do Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR): Gerações em Diálogo.

O objectivo deste ciclo será o de dar a conhecer, todos os meses, gerações de mulheres que se evidenciam pelos seus trajectos emancipatórios numa perspectiva também relacional, de aprendizagens e partilhas entre mulheres de gerações mais velhas e suas descendentes (filhas ou netas).

Evento, aqui: https://www.facebook.com/events/1756062731081873/ Entrada livre.
 
Pintora Lena Gal abre o Ciclo Artes e Feminismos no CCIF/UMAR
Ciclo Artes e Feminismos
Na 3.ª feira, 13 de Março pelas 18h00 daremos início ao Ciclo Artes e Feminismos no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa, cuja primeira sessão contará com a participação da pintora Lena Gal.

Evento, aqui: https://www.facebook.com/events/768452380012001/ Entrada livre.
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 15